Descrição Casa Aberta

O que Fazemos

Capacitamos monitores que alfabetizam líderes, mães e demais familiares das crianças acompanhadas para que possam se inserir melhor na sociedade e ampliar seus conhecimentos sobre saúde das gestantes e crianças e desenvolvimento infantil.

Como Fazemos

Utilizamos o método Paulo Freire, o Guia do Líder da Pastoral da Criança e material didático próprio na capacitação dos monitores das comunidades

Observações:

Utilizamos o método de Paulo Freire, o Guia do Líder da Pastoral da Criança e material didático próprio para capacitar monitores nas comunidades que alfabetizam em 9 módulos os líderes e familiares das crianças acompanhadas.Autor: Thereza e Regina

Educacao de Jovens e Adultos na Pastoral da Crianca

A Educação de Jovens e Adultos criada na Pastoral da Criança, tem como primeira finalidade, alfabetizar nossos voluntários e os familiares das crianças acompanhadas. A experiência nos mostra que esta ação faz grande diferença na redução da mortalidade infantil, no resgate e cultivo da espiritualidade, na elevação da auto-estima, no exercício da cidadania, na evangelização e assim na transformação da sociedade.

O LER E ESCREVER está na essência do processo de construção social da personalidade do indivíduo. A pessoa é um ser político por natureza. Desde o seu nascimento ela começa a elaborar os instrumentos que necessita para viver em sociedade e uma das características da pessoa que exerce a cidadania é a autonomia.

No programa de Alfabetização, as pessoas descobrem o grande potencial que está dentro de si e ao mesmo tempo a necessidade de resgatar a dignidade humana, sua auto estima individual e grupal.

A riqueza das diferenças regionais é aproveitada e valorizada, buscando dar ao educando a oportunidade de trabalhar com as modalidades oral e escrita da língua, percebendo as diversidades culturais.

A forma interdisciplinar como o livro de apoio: "Aprendendo e Ensinando, Ensinando e Aprendendo é apresentado ajuda a envolver o educando de forma integral e assim ele se sente parte do processo ensino-aprendizagem, ajudando a vencer barreiras de exclusão, preconceitos, inibição e timidez.

Cadastro de Turma

Para o Setor abrir uma turma de alfabetização - EJA da Pastoral da Criança, é necessário que: * esteja realizando as Ações Básicas de saúde e nutrição por, no mínimo, seis meses; * ter um monitor capacitado, ou seja, tenha participado de alguma capacitação da EJA; * tenham líderes e/ou mães analfabetas como alunos;

Os dados colocados no cadastro de turma são os que caracterizarão a mesma até o final do curso. Depois que a turma estiver cadastrada junto à Coordenação Nacional (CNPC), ela recebe um número de identificação. Sempre que precisar entrar em contato com a CNPC, é importante ter esse número em mãos.

O número é formado da seguinte forma: Começa com o ano em que a turma foi cadastrada, seguido pelo nº do setor e por fim vem o nº de ordem de chegada para a digitação. Assim: se tivermos o nº 200505550002, isto significa que o ano inicial está me dizendo que a turma é de 2005; o nº 0555 é o nº do setor e finalmente 0002 me diz que esta é a 2ª turma daquele setor, que está sendo cadastrada.

Cadastro de Supervisor

Para ser supervisor das turmas de Alfabetização na Pastoral da Criança é necessário: * Conhecer a filosofia da Pastoral da Criança além de possuir o perfil já determinado pelos próprios monitores e supervisores, em 2001; * Ter cursado no mínimo, o 2º grau completo; * Ter participado da capacitação em Educação de Jovens e Adultos que contempla a parte prática/burocrática e a pedagógica (32 horas), além da capacitação no Guia do Líder.

O supervisor é acompanhado pela Coordenação Nacional da Educação de Jovens e Adultos e pela equipe de Setor, através de visitas e acompanhamento contínuo das F_Alfs.

A principal função do supervisor é acompanhar as turmas e dar apoio aos monitores. Ele é o elo de ligação entre a Coordenação Nacional da EJA, Setor e monitor. O supervisor, recebe e analisa os relatórios enviados mensalmente pela Coordenação Nacional e confronta com a sua realidade. O supervisor verifica também o correto preenchimento das F_Alfs e dos demais cadastros a serem encaminhados à CNPC, em Curitiba.

Cadastro de Monitor

Para realizar a atividade de monitor de alguma turma de EJA na Pastoral da Criança é necessário que ele tenha cursado, no mínimo, a 8ª série. Antes de iniciar o trabalho ele deve estar devidamente preparado (capacitado em alfabetização e no Novo Guia do Líder) além de ter o perfil requisitado.

Durante o desempenho de suas atividades, o monitor é acompanhado pelo seu respectivo supervisor que lhe dará orientações e apoio para sanar possíveis dificuldades e dúvidas.

Todo monitor que assume uma turma de alfabetização na Pastoral da Criança tem o compromisso de acompanhá-la até finalizar os nove módulos, salvo motivo de força maior.

Cabe ao monitor o correto preenchimento dos formulários pertinentes, tais como: Cadastros (turma, monitor, alunos), F_Alfs (Folhas de Avaliação e Acompanhamento), TCEJAs (Tarefa de Conclusão da Educação de Jovens e Adultos) e o próprio Caderno do Monitor.

Cadastro de Alunos

Antes de formar uma turma de EJA é importante conhecer o índice de analfabetismo dos municípios envolvidos, além de fazer um levantamento na comunidade de pessoas que realmente têm interesse de participar.

Também é importante estar presente nos diversos eventos da Pastoral da Criança, tais como "Celebração da vida - Dia do Peso", reuniões de líderes, pois é ali que se percebe quem está precisando dessa ação.

Geralmente os líderes comunitários sabem, entre as famílias que eles visitam, quais as mães que não conseguem ler e escrever.

A princípio, convidam-se líderes, mães, pessoas da equipe de apoio, demais familiares das crianças acompanhadas e depois, se tiver vagas, as demais pessoas da comunidade.

F_ALF

Folha de Acompanhamento e Avaliação da Educação de Jovens e Adultos.

Ao final de cada etapa de 40 horas de aulas dadas, o monitor deve enviar uma F_Alf à Coordenação Nacional informando a entrada e saída de alunos, bem como o desenvolvimento geral da turma. Quando entrar ou sair um aluno, preencher todos os campos do verso da F_Alf. Não esquecer que no Módulo 1, todos os alunos são cadastrados na folha de Cadastro Individual.

É através desta folha que a Coordenação Nacional tem notícias das turmas da Educação de Jovens e Adultos. Por isso é importante mantê-la sempre atualizada. Quando existe a substituição de monitor ou supervisor, não basta ele apenas assinar a folha é preciso que seu nome seja escrito por extenso ao lado do nome que veio impresso na folha.

Em relação aos alunos, é imprescindível que seja anotado no verso da F_Alf, os que entram e os saem. Desta forma, todos receberão a TCEJA.

Assim que for enviada a sexta F_Alf, o Nacional enviará a TCEJA (Tarefa de Conclusão da Educação de Jovens e Adultos) ,isto é , a folha final de avaliação que é a elaboração de uma redação (com autorização para divulgação).

TCEJA

Tarefa de Conclusão da Educação de Jovens e Adultos.

Conforme descrito no ítem anterior, quando chegar a sexta F_Alf na Coordenação Nacional, a Turma já receberá as TCEJAs.

Estas folhas contém um espaço para que os alunos escrevam alguma história que tenha marcado a sua vida. Nela também o próprio aluno assinala se permite ou não a divulgação de sua história, pois muitos colaboradores da Educação de Jovens e Adultos na Pastoral da Criança, tem interesse em conhecer um pouco da vida dos alunos.

Entretanto esta tarefa não pode ser considerada como uma prova, embora ela apresente um espaço para o monitor colocar se o aluno concluiu ou necessita de reforço para ler e escrever.

Para responder esta questão o monitor deve levar em consideração o desempenho deste aluno durante as aulas.

Ao receber esta tarefa preenchida, à Coordenação Nacional emitirá o certificado de conclusão ou de participação para cada aluno. Para isso é necessário que esteja assinalado a opção na TCEJA referente ao certificado.

Material Didático

Para solicitar o material didático, utilizar o formulário: Solicitação de Material Didático e enviar para a Coordenação Nacional.

Livros didáticos para Monitor

* Missão e Gestão da Educação de Jovens e Adultos: livro permanente, usado na capacitação. * Caderno do Monitor

Livros didáticos para os alunos

* Aprendendo e Ensinando, Ensinando e Aprendendo

Folhas de acompanhamento

F_ALFS (Folha de Acompanhamento e Avaliação da Educação de Jovens e Adultos): enviadas pela Coordenação Nacional ao setor, após a digitação do cadastro de turma. Quantidade: 9 (nove), uma para cada módulo. Digitação baseada no cadastro de turma, de monitor e supervisor.

Cadastro Individual dos Alunos: enviado ao setor juntamente com as F_Alfs. Quantidade: uma folha por turma.

Transcrição da Folha de Acompanhamento e Avaliação da Educação de Jovens e Adultos – Para o uso do Supervisor: enviado ao setor juntamente com as F_Alfs. Quantidade: uma folha por turma.

TCEJA (Tarefa de Conclusão da Educação de Jovens e Adultos): enviadas após o recebimento do 6º módulo digitado. Quantidade: um para cada aluno. Digitação baseada no formulário de Cadastro Individual dos Alunos e verso das F_Alfs.

Certificado: enviado ao setor após a digitação da TCEJA. Quantidade: um para cada aluno. Digitação: baseada na TCEJA.

Capacitação na Educação de Jovens e Adultos

Planejamento

Para realizar uma capacitação da Educação de Jovens e Adultos no seu Setor, é preciso enviar um planejamento dos custos desta atividade. Para isto, utiliza-se o mesmo formulário das outras ações: “Planejamento das Atividades de Capacitação” . Após o preenchimento de todos os campos, envia-se para a coordenação nacional para que possa ser avaliado e liberado. O prazo de envio deste planejamento é de um semestre para o outro.

Cadastro da Atividade

As capacitações da Educação de Jovens e Adultos seguem da mesma forma das outras ações da Pastoral da Criança, ou seja: a Equipe Nacional capacita os “Multiplicadores” que capacitam os “Capacitadores” que por sua vez repassam para as “Pessoas Capacitadas”. Os Multiplicadores estão ligados diretamente a Equipe Estadual, enquanto que os Capacitadores, ligados aos Setores. Nestes dois casos pode-se acumular a função de Supervisor, tendo em vista que depois de repassar a capacitação existe a condição de acompanhar as turmas. Geralmente as Pessoas Capacitadas são os Monitores. Entretanto, dependendo da organização do Setor, dentro deste grupo pode ter Supervisores. Para o correto preenchimento das fichas: No caso do Multiplicador, temos duas situações:

Se repassou a capacitação direto para os Monitores e Supervisores, numa mesma vez, precisa preencher o Cadastro de atividades de Pessoas Capacitadas e a Ficha de Pessoas Capacitadas.

Se repassou a capacitação para pessoas que depois iriam repassar para os Monitores, capacitou "Capacitadores" e, portanto precisa preencher o registro de atividades e ficha de Capacitadores.

Se capacitou "Capacitadores" é preciso orientá-los pra fazer os passos do ítem "1". Estes Capacitadores também precisam registrar a atividade e as pessoas capacitadas.

Observar: * o número de horas das capacitações. Não pode ser inferior ao tempo mínimo exigido. Caso contrário , não poderemos cadastrar a atividade. * número máximo de participantes.

Relatórios da Educação de Jovens e Adultos

Para o acompanhamento desta ação, disponibilizamos os seguintes relatórios:

Listagem de Cadastro de Turmas

Informa os dados como nome do monitor/supervisor, ramo/comunidade das turmas que foram cadastradas no setor naquele ano. Também é possível verificar as turmas que foram bloqueadas e por isso não enviarão mais as F_Alfs. Este é enviado no início do ano e depois trimestralmente ou quando solicitado.

Listagem para Conferência do Envio de F_Alf

Informa a situação do envio das F_Alfs por turma no setor. Em cada turma, é possível acompanhar a situação de cada módulo e para isso é usado a seguinte legenda:

* 1a. Dig: a F_Alf chegou, já foi digitada pela primeira vez, aguarda segunda digitação.

* Certa: a F_Alf chegou, já foi digitada duas vezes, entretanto ainda não foi paga.

* ---: nada chegou na Coordenação Nacional ainda. Se já foi enviado e não consta no relatório, é preciso providenciar segunda via. * Paga: a F_Alf já chegou, foi digitada e foi paga, ou seja, o recuso foi enviado ao setor.

* P.Contas: a F_Alf já chegou, foi paga e o recibo assinado pelo monitor já retornou a Coordenação Nacional.

* ==> BLOQUEADA: Significa que a Coordenação Nacional sabe que não virá mais nenhum documento desta turma.

Este relatório é enviado mensalmente, logo depois que é efetuado o envio da ajuda de custo aos monitores e supervisores.

Relatório para Conferência de Cadastro de Alunos

Neste relatório é possível verificar de uma forma resumida o histórico dos alunos que estão cadastrados naquela turma. Também pode-se acompanhar a data do envio e recebimento das TCEJAs e Certificados. O modo como o nome do aluno consta no relatório, será a mesma que será impressa no certificado e sempre que não estiver de acordo é possível alterar, arrumando no próprio relatório e devolvendo à Coordenação Nacional.

Eventualmente, pode aparecer no lugar da data de nascimento do aluno 11/11/1111. Isto significa que a data de nascimento do aluno no cadastro estava em branco ou a letra inelegível. Da mesma forma que o nome do aluno pode ser corrigido na própria folha, a data de nascimento também.

É importante que estas informações cheguem nas mãos do monitor,pois este possui os dados mais precisos sobre seus alunos. Este relatório é enviado bimestralmente.

Relatório Geral

Informa a situação geral da ação como o número de turmas que foram cadastradas, a quantidade de turmas que enviam as F_Alfs bem como o número de alunos cadastrados.

Outro ponto que é possível analisar neste relatório é o resultado alcançado, ou seja, o número de alunos alfabetizados. Também é possível verificar a quantidade de alunos desistentes e se empenhar no resgate dos “alunos/turmas abandonadas”. Estes são aqueles que por mais de 90 dias não enviam qualquer informação à Coordenação Nacional, ou seja, não envia F_Alf ou TCEJA. Este relatório é enviado mensalmente.

De uma forma geral, o envio de relatórios é a forma que a Coordenação Nacional encontrou para se comunicar com os setores. É assim que podemos informar a situação do envio e recebimento dos materiais da ação. Estes são enviados desde 1 vez por mês e até a cada 3 meses, entretanto, se solicitado pode ser enviado a qualquer tempo. Eles sempre são enviados para a Coordenação de Setor, para o seu conhecimento que encaminha aos Supervisores para que então confrontem as informações com a sua realidade e com isso tomem as devidas providências para que ele seja o mais fiel a realidade existente.


Situação dos principais indicadores do projeto EJA desde 2002

Analisando os indicadores, percebeu-se que gradualmente o projeto foi recebendo menos cadastros nos últimos anos, principalmente pelas novas oportunidades de alfabetização oferecidas pelo governo federal. No comparativo entre os anos de 2002 e 2011 há uma queda de 83% na participação de alunos ao programa . Reconhecemos a existência e abrangência dos diversos programas que visam a alfabetização de adultos e o envolvimento das pessoas com mais de 25 anos. Essas informações foram apresentadas pela Coordenação Nacional ao Conselho Diretor na reunião do mês de setembro. Assim, por decisão do Conselho Diretor, a Pastoral da Criança atuará como mediadora entre os programas já existentes e as necessidades sentidas das comunidades. Como resultado, a partir de 2013 não serão cadastradas novas turmas. Haverá uma articulação por parte da Coordenação Nacional para manter os monitores das turmas como capacitadores do Guia do Líder na Pastoral da Criança. Para isto, será estudada uma proposta da continuidade de ajuda de custo para estas pessoas.

Agradecimento

Líderes, mães, membros da equipe de apoio, demais familiares e comunidade que sabem ler e escrever, além de conhecerem muito de perto sua história e realidade, podem ser os grandes agentes de transformação da sociedade.

Destacamos a importância dos esforços da Irmã Maria Helena Arns e demais membros da Coordenação Nacional na implantação da ação em 1991. Ressaltamos o trabalho realizado pelos monitores e supervisores voluntários da Pastoral da Criança que por mais de 20 anos, através da mística, dedicação e amor, desenvolveram muito mais do que a partilha do conhecimento: despertaram o resgate da auto estima de cada cidadão. Continuaremos na busca de garantia de qualidade de ensino àqueles que não tiveram oportunidade no tempo certo, disponibilizando inclusive nosso material em pdf"", através do endereço: (https://www.pastoraldacrianca.org.br/index.php?option=com_content&view=article&id=53&Itemid=54)

“Ai daqueles que pararem com sua capacidade de sonhar, de invejar sua coragem de anunciar e denunciar. Ai daqueles que, em lugar de visitar de vez em quando o amanha pelo profundo engajamento com o hoje, com o aqui e o agora, se atrelarem a um passado de exploração e de rotina.” (Paulo Freire)

Wiki: EJA (editada pela última vez em 2014-12-04 08:50:52 por erica)